Passo a passo para configurar o Google Analytics e potencializar seu site

Se você tem um site, precisa ter em mente que entender o comportamento dos visitantes é algo capaz de te dar uma vantagem competitiva em relação a seus concorrentes. Nesse sentido, para potencializar seu espaço online, vale aprender como configurar o Google Analytics!

Para quem não conhece, o Google Analytics é uma ferramenta poderosa de análise. Ele oferece insights que podem guiar estratégias de marketing, melhorar a experiência do usuário e, por fim, aumentar a conversão.

E o melhor é que o Google Analytics é gratuito! Ou seja, é uma excelente oportunidade para aumentar seu impacto online, sem fazer grandes investimentos.

Entretanto, configurar o Google Analytics em um site pode parecer intimidador no início. Felizmente, o processo é mais simples do que parece, e os benefícios são inegáveis.

Para te ajudar, que tal acompanhar um passo a passo completo de como configurar o Google Analytics? Vem com a gente!

Preparação para configuração do Google Analytics 4

Antes de focarmos em configurar o Google Analytics ou mesmo trazer os dados que você pode ler na ferramenta, precisamos falar sobre a preparação da conta.

O Google Analytics 4, também conhecido como GA4, traz uma nova abordagem para coleta e análise de dados.

Na prática, essa versão foca em eventos e na jornada do usuário, diferentemente das versões anteriores que se baseavam em sessões e visualizações de página.

Exemplo de painel do Google Analytics

Assim, para começar com o pé direito, siga estes passos essenciais:

Criando uma conta no Google Analytics

O primeiro passo para configurar o GA4 em seu site é criar uma conta no Google Analytics, caso você ainda não tenha uma.

Visite o site do Google Analytics e faça login com sua Conta Google.

Se esta é a sua primeira vez com o GA, o site vai te direcionar para criar uma nova conta. Então, preencha as informações necessárias, como o nome da conta, e prossiga com a configuração.

Entendendo os termos básicos do GA4

Ao configurar sua conta, você se deparará com alguns termos-chave que são fundamentais para o uso eficaz do GA4.

Essa compreensão básica é crucial para configurar e maximizar o uso do Google Analytics 4, pois ela orientará as decisões que você tomará nas etapas seguintes.

Por isso, vale a pena conhecê-los, o que vai facilitar o processo de configuração da conta. Confira:

  • Propriedade: Refere-se ao seu site ou aplicativo e é onde o GA coleta dados.
  • ID de Acompanhamento/ID de Medição: É um identificador único atribuído à sua propriedade, usado para coletar e enviar dados ao GA.
  • Evento: No GA4, os “eventos” significam as interações que o usuário pode fazer. Isso pode incluir visualizações de página, cliques, downloads, entre outros.

Como configurar o Google Analytics 4: passo a passo

Certo, você já preparou sua conta e se familiarizou com alguns termos. Então, agora é hora de configurar o Google Analytics 4 em seu site!

É a partir deste processo que você começará a coletar dados analíticos valiosos sobre seus visitantes e a performance do seu site.

Siga este guia passo a passo para garantir uma configuração sem erros!

Como criar uma propriedade no Google Analytics 4

  1. Faça login em sua conta do Google Analytics. No painel de administração, procure a opção para criar uma nova propriedade.
  2. Clique em “Criar Propriedade” e insira o nome da sua propriedade, selecionando o país e a moeda correspondente. Aqui, é crucial escolher “GA4” como o tipo de propriedade, pois é a única versão disponível após a descontinuação das versões anteriores.
  3. Após criar a propriedade, você deverá configurar um “fluxo de dados”, que pode ser seu site ou aplicativo. Para sites, escolha a opção “Web” e forneça o URL do seu site e o nome do fluxo de dados.

Configuração do código de acompanhamento no site

  1. Após configurar o fluxo de dados, o GA4 fornecerá um “ID de Medição” ou um fragmento de código de acompanhamento. Este código é essencial para coletar dados do seu site.
  2. Para a maioria dos sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS) ou plataformas de e-commerce, haverá uma opção para inserir seu ID de Medição diretamente nas configurações. Para sites personalizados, você pode precisar inserir o código de acompanhamento manualmente no cabeçalho de cada página ou através de um plugin de gerenciamento de tags, como o Google Tag Manager. Se você fizer um site conosco, na Pixel Perfect, pode ter essa configuração feita pela gente!
  3. É crucial verificar se o código foi instalado corretamente. Você pode fazer isso através da seção “Tempo Real” no GA4, navegando pelo seu site para ver se as visitas são registradas. Ensinamos mais sobre isso na sequência!

Completar esses passos garante que você está aproveitando ao máximo as capacidades de análise oferecidas pela ferramenta! E nada melhor do que usar todos os recursos que temos em mãos, não é mesmo?

Verificação e teste da configuração

Conseguiu configurar o Google Analytics 4 no seu site?

Então, o passo seguinte é verificar e testar se a configuração foi bem-sucedida.

Essa etapa é essencial para assegurar que os dados começarão a ser coletados corretamente e que você pode confiar na precisão das informações fornecidas pelo GA4. Veja como proceder:

Como verificar se o Google Analytics está funcionando corretamente:

  • Utilize o Relatório em Tempo Real: O GA4 oferece um recurso de relatório em tempo real que permite ver a atividade no seu site assim que acontece. Acesse a seção “Tempo Real” no seu painel do GA4 e navegue pelo seu site. Se a configuração estiver correta, você deverá ver suas próprias atividades refletidas nos dados em tempo real.
  • Google Tag Assistant: Esta extensão do Chrome ajuda a verificar a instalação de tags do Google, incluindo o Google Analytics. Ele mostra se as tags estão presentes, se foram implementadas corretamente e alerta sobre possíveis problemas.
  • Console de Desenvolvedor do Navegador: Abrindo o console de desenvolvedor do seu navegador (geralmente acessível com F12 ou clique direito > “Inspecionar”), você pode verificar se há erros relacionados ao GA no console JavaScript. Erros aqui podem indicar problemas na implementação do código.
  • Google Analytics Debugger: Outra extensão do Chrome, o GA Debugger, mostra detalhes das tags de acompanhamento enviadas ao Google Analytics, facilitando a identificação de erros ou inconsistências nos dados enviados.

Após realizar esses testes e confirmar que o Google Analytics está capturando dados corretamente, você pode ter certeza de que a configuração foi bem-sucedida!

Ou seja, você pode começar a fazer a análise dos dados com confiança, sabendo que as informações são precisas e confiáveis.

Dica exta: interpretação dos primeiros dados

Mais do que configurar o Google Analytics, é preciso observar os insights gerados para que eles se transformem em estratégias para sua empresa.

Esses relatórios do GA4 trazem pontos importantes sobre o comportamento dos visitantes. Mas, como você vai ver, são vários os apontamentos.

Assim, aqui estão algumas dicas para começar a leitura:

Visão geral dos dados que o Google Analytics oferece

O GA4 coleta uma ampla variedade de dados, organizados em relatórios que podem ser acessados no seu painel.

Esses relatórios ganham categorias em diferentes áreas, como usuário, eventos, conversões e receita. No início, concentre-se nos seguintes aspectos:

DadoSignificadoPorque é importante?
Usuários ☝️Quantas pessoas visitaram seu site, incluindo novos visitantes versus visitantes recorrentes. Para entender o alcance do seu site e a fidelidade do público. Além disso, saber de de onde os visitantes vêm (pesquisa orgânica, redes sociais, direto, etc.) pode ajudar a otimizar suas estratégias de marketing e focar nos canais mais eficazes.
Eventos 🖱️Ações realizadas pelos usuários em seu site, como cliques em links, visualizações de página e interações com conteúdo. Isso ajuda a entender quais partes do seu site estão engajando mais os usuários.Porque você pode usar os dados de eventos para medir o engajamento dos usuários com o conteúdo do seu site. Taxas altas de interação e tempo de permanência indicam conteúdo relevante e envolvente.
Conversões ⤵️Metas ou ações valiosas concluídas, como inscrições em newsletters, downloads de e-books ou compras. Monitorar conversões é essencial para avaliar a eficácia do seu site em atender aos objetivos de negócios.Pois analisar o caminho que os usuários percorrem em seu site revela pontos de entrada, páginas populares e potenciais pontos de saída, fornecendo insights para melhorar a navegação e a experiência do usuário.

De fato, entender esses aspectos fundamentais dos dados do Google Analytics 4 é o primeiro passo para usar efetivamente a análise de dados para impulsionar o sucesso do seu site.

Esses dados são úteis tanto para potencializar seu site organicamente ou com anúncios pagos.

Afinal, com essa compreensão, você pode começar a fazer ajustes informados para melhorar a experiência do usuário, otimizar o conteúdo e maximizar as conversões.

Aproveite o Google Analytics 4!

Não é novidade: qualquer estratégia de marketing digital bem-sucedida tem como base o uso de dados confiáveis.

Por isso, usar o Google Analytics é uma ótima maneira de aproveitar o seu site de modo consciente e intencional. E, como você viu no passo a passo, não é difícil configurar a plataforma.

Após configurar o Google Analytics, você tem em mãos um verdadeiro tesouro! Use esses dados para a tomada de decisões focando na experiência do usuário, no engajamento e na conversão.

A configuração correta é apenas o começo. A verdadeira magia acontece quando você começa a aplicar os insights derivados dos dados para fazer ajustes estratégicos que impulsionam o sucesso do seu site!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PORTFÓLIO

Precisa de um site?

Vamos conversar!