Landing page de alta conversão: o que é e como fazer uma?

Quando se fala de landing page, um dos principais objetivos é atingir um grande número de vendas ou de determinada ação. Mas você sabe o que é uma landing page de alta conversão?

Mais do que falar sobre a landing page de alta conversão em si, é importante que você saiba que é possível replicar essa “receita” e ter bons resultados – desde que você siga alguns requisitos básicos.

Por isso, se você tem um produto ou serviço e quer dar uma força nas vendas, conheça tudo sobre a landing page de alta conversão!

Mas o que é landing page?

De forma objetiva, uma landing page é uma página especial dentro de um site, que funciona como uma ferramenta para atrair clientes e vender mais.

Em geral, essas composições são feitas de somente uma página com bastante informação sobre um produto ou serviço.

Algumas landing pages contam com formulário, em que o usuário informa seu contato em troca de algum material especial, ou uma tabela de preços que leva para a compra de um item específico.

Exemplo de landing page
Exemplo de landing page com formulário de inscrição

Quer um exemplo? Uma marca de roupas pode ter uma landing page de um vestido longo, com o objetivo de atrair clientes ao trabalhar com um design e com conteúdos exclusivos para essa página.

Outro exemplo seria uma clínica de estética, que tem um site próprio com todos os seus serviços. Mas, para valorizar um tratamento novo, faz uma landing page com ferramenta de agendamento de horários para potencializar as vendas.

Recentemente, fizemos um post completo explicando o que é landing page. Recomendamos a leitura caso você queira se aprofundar um pouco mais neste assunto.

O que é landing page de alta conversão?

Agora que você já conhece o conceito da landing page “regular”, é hora de falar da página de alta conversão.

A landing page de alta conversão também é composta de uma só página, com conteúdo de qualidade e design atrativo. Pode ser feita tanto para capturar um contato quanto para impulsionar uma venda.

Entretanto, na landing page de alta conversão, toda a experiência do visitante é otimizada.

Em outras palavras, a página é totalmente desenvolvida com foco no usuário, pensando em como a experiência dele pode ser construída de modo que converta em uma ação – seja a venda ou o compartilhamento do contato.

Assim, uma landing page de alta conversão é aquela capaz de converter o visitante em um lead ou um consumidor. E é por meio de análises e métricas que você consegue conferir se sua página está alcançando bons resultados.

O que é preciso para fazer uma landing page que converte?

Quando falamos em landing pages persuasivas, é muito comum que as pessoas busquem por dicas do que fazer para que as páginas convertam.

Afinal, todo o propósito de uma página como esta é gerar uma ação por parte do visitante.

Mas a verdade é que não existe somente um fator para que uma landing page converta.

Temos um conjunto de estratégias que precisa ser testado para definir o que funciona para a sua marca e o seu público-alvo.

Algumas dessas estratégias são:

Entrega de valor

Normalmente, uma landing page é desenvolvida para capturar o contato de um visitante ou fazer uma venda. Mas, para que isso aconteça, é importante que o usuário perceba uma contrapartida – ou seja, uma entrega de valor.

Em uma página de captura, com o objetivo de acumular leads, você pode entregar um conteúdo extra, que resolve uma dúvida do usuário.

Já em uma landing page focada em vendas, a entrega pode ser um cupom de desconto ou uma oferta especial.

E é essencial que o visitante perceba quais são os benefícios que ele vai ter ao tomar uma ação. Neste ponto, conhecer a persona do negócio faz toda a diferença.

Conteúdo de qualidade

Já que falamos em entrega de valor, algo que você precisa entregar ao visitante é um conteúdo de qualidade. Isso vale tanto para materiais extras, como PDFs e infográficos, quanto para o texto da página em si.

Nesse sentido, seguir técnicas de copywriting pode ser fundamental para construir uma landing page de alta conversão.

Assim, seja estratégico nas informações disponibilizadas! Compartilhe a sua mensagem de forma sucinta, fazendo com que o usuário queira tomar determinada ação.

Responsividade

Não importa o objetivo da sua landing page: ela precisa ser responsiva!

Isso significa que sua landing page deve ter a possibilidade de ser aberta tanto no computador, quanto em dispositivos móveis como o smartphone, adaptando-se de acordo com o formato da tela.

Saiba que ser responsivo é um dos critérios para que um site apareça nos resultados orgânicos do Google. E se sua landing page atingir uma boa posição no orgânico, vai precisar de menos investimento em tráfego pago.

Foco no público

Uma landing page de alta conversão é aquela que consegue se comunicar com o seu público-alvo. Para isso, ela precisa ser focada nas necessidades desse grupo de pessoas.

Focar no usuário vai te ajudar a entender qual a melhor maneira de escrever o texto da sua página, qual é o design mais atrativo, o que esses visitantes querem saber, enfim.

Mais uma vez, ter bem definido a persona da sua marca vai fazer toda a diferença!

Testes AB

Por fim, uma estratégia bastante útil para construir uma landing page de alta conversão é fazer testes AB.

Na prática, você vai ter duas páginas levemente diferentes, testando desde o design até o conteúdo escrito.

Por meio de análises, você pode identificar qual modelo dá mais resultado, fazendo ajustes ou investindo mais naquela que funciona.

Aqui na Pixel Perfect utilizamos o método TDO nas landing pages, e em um dos nossos pacotes mais completos, contamos com o teste AB.

Dessa maneira, conseguimos mostrar para o nosso cliente qual é a página com maior taxa de conversão. É um trabalho constante, que garante bons resultados!

Método TDO pixel perfect

Como fazer uma landing page que converte de verdade?

De acordo com um artigo do Neil Patel, dados de pesquisas apontam que uma landing page de alta conversão consegue gerar uma ação de pelo menos 4 a cada 100 visitantes.

Para quem acha essa taxa pequena, saiba que o resultado gera um ótimo custo-benefício no investimento para fazer uma landing page, que é relativamente baixo.

Porém, para que a sua landing page converta, é preciso considerar alguns elementos fundamentais!

Caso contrário, mesmo que o investimento tenha sido baixo, você não vai conseguir bons resultados com essa página.

E quais são esses elementos que toda landing page tem que ter?

  • Título e subtítulo
  • Fotos e imagens
  • A oferta
  • Call to Action – CTA
  • Prova social

Vamos entender mais sobre cada um?

Título e subtítulo

Você sabia que uma landing page é ranqueada pelos mecanismos de buscas como o Google?

Ou seja, os “robôs” conseguem ler o seu conteúdo e indexar como resultados para determinadas pesquisas.

Mas para que isso aconteça, você precisa configurar sua landing page com elementos básicos, como título e subtítulos.

Aproveite esses pontos de destaque para usar palavras-chave, facilitando a sua apresentação na busca dos usuários.

Fotos e imagens

Quando um usuário acessa sua landing page ele quer ter uma experiência agradável.

E por mais que o conteúdo escrito seja muito importante, um layout atrativo faz bastante diferença.

O uso de fotos e imagens, além de transmitir uma ideia sobre o que você está vendendo, também gera conforto visual.

Vale citar que você pode usar fotos, imagens e até mesmo vídeos. Apenas fique de olho no tamanho dos arquivos, para não prejudicar o desempenho da sua landing page.

A oferta

Uma landing page sempre é criada com um objetivo. A sua é capturar leads? Ou fazer uma venda?

Independentemente do objetivo, é preciso ofertar algo para o usuário. E essa oferta tem que se apresentar corretamente.

Nesse sentido, você pode tanto usar textos para descrever seu produto ou serviço, quanto imagens e vídeos. Mas deixe muito claro quais são os benefícios do que você oferece.

Call to Action – CTA

Call To Action, também chamado de CTA, é uma chamada para a ação. Ou seja, é como se você, por meio da sua landing page, estivesse convidando o usuário a realizar algo.

Em landing pages, o CTA costuma ser um botão, que vai desde confirmar a inscrição até ir para o carrinho de compras.

Prova social

Trata-se da opinião de outras pessoas que já consumiram o seu produto ou serviço.

Apesar de ser visto como opcional para muita gente, as provas sociais ajudam os usuários a tomarem uma decisão de compra. Afinal, se outra pessoa já comprou e funcionou, significa que é confiável.

Caso você esteja lançando algo novo, que ainda não tem uma prova social, aguarde os primeiros feedbacks e atualize sua landing page para incorporar esses relatos.

Exemplo de landing page de alta conversão
Exemplo de uma landing page de curso/experiência

Por fim, lembre-se de testar!

Sabendo o que é uma landing page de alta conversão e seus elementos principais, é o momento de construir a sua!

Mas saiba que dificilmente você vai fazer uma landing page de alta conversão “de primeira”.

Mesmo que você siga as dicas que apresentamos anteriormente, essa página precisa estar aberta para testes.

Por isso, lembre-se de testar layout variados, ajustes em conteúdo, formatos de apresentação diferentes, enfim.

A partir dos testes, você vai descobrir o que funciona e, eventualmente, vai chegar em uma landing page de alta conversão!

Agora, se você quiser tornar tudo isso mais prático, pode contar com a Pixel Perfect! Dessa forma, você pode alcançar resultados incríveis, com mais praticidade e facilidade.

3 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de um site?

Vamos conversar!